Notícias
Marçal Müller, Walter Tardim e Henrique Araújo foram os grandes nomes da abertura do Rinaldi Gaúcho de Motocross
Postado em 09/04/2014 às 14h04min por FGM

Os pilotos marcaram seus nomes na primeira etapa do campeonato, cada um deles conquistou duas vitórias maiúsculas e começam a competição como fortes candidatos ao título.


O campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross abriu a temporada neste final de semana. A cidade de Maratá se agitou com excelentes disputas proporcionadas pelos melhores pilotos do Rio Grande do Sul, que contou ainda com a tradicional presença de pilotos de Santa Catarina e do Uruguai.


 Nas primeiras horas da manhã de sábado a chuva, mesmo com pouca intensidade, foi a grande surpresa. Nenhum site especializado marcava chuva para o período, sendo literalmente um banho de água fria para os pilotos, que tiveram que esperar um pouco mais para poder entrar na pista.


Com a chuva a programação do sábado foi alterada, treinos livres cancelados, e treinos cronometrados em “compasso” de espera, tudo dependia de como o tempo iria se portar ao decorrer da manhã.  Com a manhã de folga os pilotos aproveitaram para rever os amigos feitos ao longo dos anos, para onde se olhava era comum ver uma grupos de pilotos em conversas


 animadas, a maioria delas recheadas de muitas risadas.


Quase no final da manhã o sol finalmente voltou a brilhar em Maratá, meio tímido é verdade, mas aos poucos aumentava de intensidade, assim como o ronco dos motores.  Com as novas condições do tempo a direção de prova definiu pela abertura dos treinos cronometrados à partir das 12 horas e 10 minutos, também ficou definido que a categoria 50cc seria a última  entrar na pista para tomada de tempo.


Confira abaixo os pilotos que fizeram os melhores tempos no cronometrado:


50cc: Henrique Henicka (Lajeado) – 1:02.263 (pista reduzida)
65cc: Bruno Schmitz (Três Passos) – 1:36.509
230cc: Ismael Leandro da Cruz (Venâncio Aires) – 1:42.053
MXF: Maiara Basso (Mato Castelhano) – 1:37.367
Júnior: Gabriel Della Flora (Santa Rosa) – 1:23.203
Estreantes Importadas: - Leonardo Tenedini  (Porto Alegre) - 1:35.507
MX2 Júnior: Henrique Araújo (Passo Fundo) – 1:31.196
MX4: Gustavo Visotto (Carazinho) – 1:34.413
MX3: Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ) – 1:23479
Intermediária MX2: Andrio Sebben (Farroupilha) - 1:23.887 
Intermediária MX1: Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ) – 1:24.447
MX2: Marçal Müller (Nova Hartz) – 1:17.323
MX1: Marçal Müller (Nova Hartz) – 1:15.288


Os primeiros vencedores da etapa de abertura do campeonato Rinaldi Gaúcho de Motocross foram conhecidos no final da tarde de sábado, quando aconteceram as disputas das categorias: Estreantes, 230cc e MX2 Júnior.


Vitória catarinense na Estreantes Importadas
A vitoria na categoria Estreantes Importadas foi para o estado vizinho de Santa Catarina. A largada com o gate cheio agitou o público, João Gabriel da Veiga (Indaial/SC) largou bem e assumiu a ponta na primeira curva, Eduardo de Lavi (Joaçaba/SC), Mateus Wisniewski (Tenente Portela), Roberto Weber (Ijuí), Leonardo Tenedini (Porto Alegre), Eduardo José e Silva (Novo Hamburgo) formaram o primeiro e disputadíssimo pelotão, aos poucos, as dificuldades com a pista pesada abriram espaços entre os competidores, no segundo pelotão as trocas de posições foram intensas, todos queriam melhorar o rendimento em busca de pontos importantes para o campeonato. Matheus Kunz (Machadinho) aos poucos saiu do segundo pelotão ganhando terreno e melhorando seu tempo a cada volta. Enquanto João Gabriel seguia firme e forte na liderança da prova, a formação do pódio se alterava, Matheus Kunz forçou o ritmo e, à duas voltas do final fez a melhor volta da prova e assegurou o segundo lugar, Eduardo Jorge e Silva também ganhou espaço e superou Leonardo Tenedini, o quarto colocado. No final João Gabriel comemorou e muito a vitória de ponta a ponta na categoria.


1º - João Gabriel da Veiga (Indaial/SC)
2º - Matheus Kunz (Machadinho)
3º - Eduardo de Lavi (Joaçaba/SC)
4º - Eduardo José e Silva (Novo Hamburgo)
5º - Leonardo Tenedini (Porto Alegre)


Ismael da Cruz vence a 230cc de ponta a ponta
O atual campeão gaúcho da categoria 230cc, Ismael da Cruz (Venâncio Aires), deu um verdadeiro passeio na abertura da competição. Na largada Ismael assumiu a ponta da prova e não deu a mínima chance para os concorrentes, pois  a disputa para ver quem ficaria com as quatro vagas restantes no pódio foi intensa até a bandeirada final. Leonardo Menegat (Nova Pádua), Rodrigo Mallmann (São Sebastião do Caí), Cristiann Lottermann (Montenegro), Matias Wisniewski (Frederico Westphalem), Rafael Pereira (São Sebastião do Caí) e Cláudio Tedy (São Sebastião do Caí), fizeram um intenso pega pelo pódio, Menegat ficou em desvantagem após uma queda na primeira volta, onde ficou em último, com um ritmo muito forte, recuperou posições e terminou a prova em segundo, Matias assumiu a terceira colocação e a disputa mais acirrada do final da prova ficou entre Cláudio Tedy e Cristian Lottermann pela quarta colocação, na chegada Cláudio levou a mínima vantagem de 0:00,015 sobre Lottermann, que fechou o pódio na quinta colocação. A volta mais rápida da prova ficou com Ismael da Cruz, que nem mesmo com a pista pesada diminuiu o ritmo.


1º - Ismael da Cruz (Venâncio Aires)
2º - Leonardo Menegat (Nova Pádua)
3º - Matias Wisniewski (Frederico Westphalem)
4º - Cláudio Tedy (São Sebastião do Caí)
5º - Cristiann Lottermann (Montenegro)


Henrique Araújo vence de ponta a ponta  a MX2 Júnior
Pega de gente grande na nova categoria MX2 Júnior. Criada no ano passado a nova categoria abre uma janela para o surgimento de jovens pilotos. E com a força da juventude tivemos uma disputa eletrizante. Na largada Maiara Basso (Mato Castelhano), assumiu a ponta da prova seguida por Henrique Araújo (Passo Fundo), Andrio Sebben (Farroupilha), um pouco mais atrás, a luta pela quarta e quinta posição da prova ficou entre Matheus Kunz (Machadinho), João Gabriel da Veiga (Indaial/SC), Nicolas Oliveira (Portão), Janaína Todeschini (Chapecó/SC) e Henrique Nicoletti (Ijuí).  A liderança não chegou a durar uma volta, Henrique aproveitou uma brecha e conseguiu fazer a ultrapassagem, Andrio,  Matheus, Nicolas pegaram carona e também ultrapassaram a até então líder da prova. Henrique aumentou o ritmo fazendo as três primeiras voltas muito rápidas,  1:20.483 a melhor delas. Quem também forçou o ritmo foi Nicolas Oliveira ao assumir a terceira colocação. Com uma ótima vantagem na liderança Henrique diminuiu o ritmo para administrar a vitória.


1º - Henrique Araújo (Passo Fundo)
2º - Andrio Sebben (Farroupilha)
3º - Nicolas Oliveira (Portão)
4ª - Matheus Kunz (Machadinho)
5º - Leonardo Tenedini (Porto Alegre)


A categoria MX2 Júnior fechou o primeiro dia de programação da etapa de abertura do campeonato.


Com o sol aparecendo desde as primeiras horas da manhã, o começo do domingo não lembrava nenhum pouco o sábado de amanhecer chuvoso. A pista nem de longe parecia a do sábado, o terreno bem mais firme dava a garantia de que o domingo seria de grande espetáculo dos pilotos.


Maiara Basso domina e começa a temporada com vitória na MXF
A campeã da categoria em 2013, começou o ano com mais uma vitória na categoria MXF. A sua concorrente direta Janaina Todeschini, assumiu a liderança na largada, no entanto, na terceira curva, antes da sessão de costelas, Maiara saiu mais forte e assumiu a liderança da prova, tentando dar o troco Janaina acabou sofrendo uma queda na curva do pit stop voltando para a prova na última colocação. Bruna Zanata, Maria Eduarda Salomoni abriram disputa pela segunda colocação, pela categoria B a briga ficou entre Nathália da Silva e Mariana Daltoé. Enquanto isso, Janaina buscava volta a volta a recuperação, na última volta da prova conseguiu a ultrapassagem em cima de Bruna para garantir a segunda colocação.


MXF A
1º - Maiara Basso (Mato Castelhano)
2º - Janaina Todeschini (Chapecó/SC)
3º - Bruna Zanata (Frederico Westphalem)
4ª - Maria Eduarda Salomoni (Passo Fundo)
5º - Mayrêe Ely Ribeiro (São Jerônimo)


MX B
1º - Nathália Carolina da Silva (Porto Alegre)
2º - Mariana Daltoé (Cachoeirinha)


Walter Tardim abre campeonato com vitória na MX4
Os pilotos mais experientes do Rio Grande do Sul encheram o gate para a disputa da categoria MX4, no entanto, foi um carioca que assumiu a liderança assim que foi dada a largada da categoria. Walter Tardim assumiu a ponta da prova na primeira curva seguido por Gustavo Visotto, Marco Müller, Eduardo Timm Bergmann, Carlos Kettermann e Luis Essvein (Montenegro), que formaram o primeiro pelotão. O segundo pelotão foi um show a parte, várias ultrapassagens e disputas acirradas nas primeiras voltas. No pelotão da frente Tardim não deu chances e manteve um ritmo muito forte, Marco Müller assumiu a segunda colocação e partiu para o ataque tentando diminuir a vantagem do líder, a tentativa foi válida por um momento ele chegou a estar próximo de Tardim, no entanto a possibilidade de ultrapassagem não aconteceu, Visotto manteve um bom ritmo abrindo uma vantagem segura para garantir a terceira colocação, Carlos Kettermann e Sérgio Fernandes completaram o pódio.


1º - Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ)
2º - Marco Müller (Nova Hartz)
3º - Gustavo Visotto (Carazinho)
4ª – Carlos Kettermann (Montenegro)
5º - Sérgio Fernandes (Porto Alegre)


Henrique Araújo vence a Intemediária MX2 de ponta a ponta
O passofundense Henrique Araújo construiu a sua segunda vitória na etapa assim que o gate caiu. Com mais uma excelente largada o piloto assumiu a liderança logo na primeira curva, Anderson Sebben (Farroupilha) Cristiano Rasia (Três de Maio), Andrio Sebben (Farroupilha), Willian Saccon, Jonatas Migliorini, Matheus Kunz, Vanderlei da Silva (Três Passos), João Gabriel Veiga (Inadaial/SC) e Roberto Weber (Ijuí) formaram um eletrizante primeiro pelotão. Henrique mais uma vez voou baixo na pista, as voltas mais rápidas foram dele, a mais rápida da prova foi de 1:17.769, com o ritmo forte abriu uma grande vantagem na liderança da prova. Anderson Sebben na quinta volta e Andrio na oitava volta, após uma queda, sairam da briga pelos lugares no pódio, Willian Sacon em segundo, sem chances de encostar no líder administrou a posição. Após largar nas últimas posições, Nicolas Olivieira, fez uma prova surpreendente e recuperou o tempo perdido, fechando a prova na terceira colocação. Mateus Kunz  conseguiu um lugar no pódio nas últimas voltas.


1º - Henrique Araújo (Passo Fundo)
2º - Willian Sacon Michels (Arroiom do Silva/SC)
3º - Nicolas Oliveira (Portão)
4ª – Jonatas Migliorini (Marau)
5º - Matheus Kunz (Machadinho)


Santiago Leiria e Rafael Becker vencem a 50cc
A nova geração do motocross entrou com tudo para a disputa da primeira etapa do campeonato. Neste ano, a categoria não conta mais com o atual campeão Gabriel Andrigo, que trocou de categoria neste ano, com isso a briga pela vitória na geral da 50cc teve vários candidatos. Na largada Rafael Becker, Henrique Henicka,  Garmichel Giehl e Cristyan Eckhardt enrolaram o cabo do acelerador  e entraram disputando a liderança da prova na primeira mesa, a vantagem ficou com Garmichel, que assumiu a ponta da prova, ainda na primeira volta Henrique assumiu a liderança, no entanto, uma queda e problemas na moto o deixaram para trás perdendo preciosos segundos.Pela categoria B  o pedritense Matheus Melo , largou em segundo, mas antes do primeiro obstáculo sofreu uma forte queda, mesmo assim, após perder muito tempo voltou à pista para tentar uma recuperação. O panorama da prova mudou quando Santiago Leiria em ritmo muito forte assumiu a liderança, Cristyan não deixou o líder abrir vantagem para tentar a ultrapassagem, as duas últimas voltas foram eletrizantes, Cristyan fez a  penúltima volta mais rápida e encostou de vez no líder, mas  Leiria deu o troco na volta seguinte cravando a volta mais rápida da prova (1:42.457) e assegurando a vitória. Rafael Becker foi o vencedor na 50cc A, Guilherme salvador foi o segundo, Matheus Melo que havia ficado na primeira curva da prova conseguiu uma grande recuperação e terminou terceiro.


50cc A
1º - Rafael Becker (Itapiranga/SC)
2º - Guilherme Salvador (Joaçaba/SC)
3º - Matheus Melo (Dom Pedrito)
4º - Gabriel Bilhar (Maratá)

50cc B
1º - Santiago Leiria (Frederico Westphalem)
2º - Cristyan Eckhardt (Novo Hamburgo)
3º - Garmichel Giehl (Dois Irmãos)
4º - Henrique Henicka (Lajeado)
5º - Kaue Benato (Veranópolis)


Walter Tardim vence Intermediária MX1 de ponta a ponta
Gate cheio para a disputa da Intermediária MX1, a categoria teve a participação de pilotos mais experientes que disputaram os cinco lugares do pódio com os mais novos. Neste “desafio” os mais experientes levaram vantagem. Na largada Leandro Schwindt e Walter Tardim disputaram palmo a palmo a, liderança  da prova nas primeiras curvas, Fabiano Ribeiro e Maiara Basso disputaram lado a lado a freada na terceira curva, fechando o primeiro pelotão Eduardo Timm Bergmann (S. Lourenço do Sul), Diego Muliterno, Eliseu Glenart (Joaçaba/RS) e Maurício Maritan (Passo Fundo) completaram o primeiro pelotão. Tardim assumiu a liderança ainda na primeira volta, assim como Fabiano Ribeiro, que assumiu a terceira colocação. O ritmo de Fabiano foi intenso, tanto que no começo da segunda metade da prova já era o segundo colocado. Diego Muliterno  entrou na zona de pódio após forte disputa com Maritan, o piloto bem que tentou, mas não conseguiu uma aproximação da quarta colocada Maiara Basso. No final vitória de Wakter Tardim, a segunda na etapa.


1º - Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ)
2º - Fabiano Ribeiro (Passo Fundo)
3º - Leandro Schwindt (Novo Hamburgo)
4º - Maiara Basso (Mato Castelhano)
5º - Diego Muliterno (Lagoa Vermelha)


Vitória de Marçal Müller na MX2
Uma das categorias mais importantes do campeonato começou em alto nível. Leonardo Lizott, Leonardo Sebben, Marçal Müller, Rodrigo Galiotto, Jonatas Migliorini, Gabriel Carbonera, Cristiano Rasia e Gustavo Roratto dividiram a primeira curva na disputa da categoria MX2. Logo nas primeiras curvas Lizzot, que assumiu a ponta da prova, e Marçal Müller, começaram uma grande e eletrizante disputa pela liderança, Marçal buscava de todas as maneiras um erro de Lizzot para conseguir a ultrapassagem. Na disputa pelo terceiro lugar Leonardo Sebben defendeu a posição dos ataques de Mateus Basso, porém, na metade da prova Matues acabou conseguindo a ultrapassagem, a briga pelo último lugar no pódio foi acirrada entre Dougals Finato, Gabriel Carbonera e Cale Florin (Cardona/Uruguai). A briga pela vitória foi muito intensa, só um detalhe decidiria o vencedor e foi justamente o que aconteceu, numa ultrapassagem sobre um retardatário Marçal aproveitou para atacar assumindo a ponta, marcar a volta mais rápida da etapa (1:14.000) e conquistar a primeira vitória da tarde.


1º - Marçal Müller (Nova Hartz)
2º - Leonardo Lizzot (Sertão)
3º - Mateus Basso (Gentil)
4º - Leonardo Sebben (Caxias do Sul)
5º - Gabriel Dupont Carbonera (Sananduva)


Bruno Schmitz vence a 65cc
A disputada da categorias começou complicado para Bruno Schmitz, dono do melhor tempo nos treinos cronometrados. Assim que o gate caiu o piloto ficou para trás após sofrer uma queda, Pedro Moraes assumiu a ponta seguido por Pedro Magero, Pablo Henrique dos Santos, Arthur de Oliveira e Cristyan Eckhardt. Bruno Pedro Moraes perde a liderança na segunda volta após sofrer uma queda , enquanto isso, Bruno voava baixo atrás de recuperação fazendo volta mais rápida em cima de volta mais rápida, 1:30.906 a melhor delas. Com esse ritmo não demorou para assumir a liderança da prova.


1º - Bruno Schmitz (Três Passos)
2º - Pedro Magero (Caxias do Sul)
3º - Arthur de Oliveira (Portão)
4º - Pedro Moraes (Marau)
5º -  Cristyan Eckhardt (Novo Hamburgo)


Pablo Florin vence a MX3
A vitória na MX3 teve sotaque espanhol, o uruguaio Pablo Florin, venceu a categoria que foi disputada com gate cheio. Na largada Leandro Schwindt, Fabiano Ribeiro e Pablo Florin dividiram a primeira curva, um pouco mais Walter Tardim, Gustavo Visotto e Rodrigo Volcan, entraram na curva do arco de chegada disputando a quarta e quinta posição, no entanto, foi na entrada da seção de costelas que a prova ganhou um novo panorama, Fabiano Ribeiro e Pablo Florin assumiram as duas primeiras colocações. Eder Antoniazi, atual campeão da categoria não fez uma boa largada e teve que recuperar terreno. Antes da metade da prova Pablo Florin, dono da melhor volta  (1:19.951), e Walter Tardim, que chegou a estar na liderança da prova,  ocupavam as duas primeiras posições, respectivamente. Antoniazzi com um bom ritmo assumiu a terceira colocação.

1º - Pablo Florin (Cardona/Uruguai)
2º - Walter Tardim (Nova Friburgo/RJ)
3º - Eder Antoniazzi (Flores da Cunha)
4º - Fabiano Ribeiro (Passo Fundo)
5º - Leandro Scwindt (Novo Hamburgo)


Gabriel Della Flora fatura a Júnior
Gabriel Della Flora começou a temporada do campeonato da mesma maneira que terminou no ano passado, vencendo. No entanto, Felipe Mombach tratou de complicar a vida do atual campeão da categoria. Na largada Mombach assumiu a ponta com Gabriel em segundo. Os estreantes Bruno Schmitz e Felippe Menuzzi entraram lado a lado na primeira mesa disputando a terceira colocação próximo a eles Axel França (Viamão), Joaquin Tornielle (Cardona/Uruguai), Felipe Moraes, Bruna Zanata (Frederico Westphalem) e Felipe Migliorini formaram o segundo pelotão. Bruno e Bruna ficaram de fora da prova ainda na primeira volta. Mombach resistiu aos fortes ataques de Della Flora, até que na metade da prova a pressão foi muito forte e na única brecha que Mombach deixou Gabriel assumiu a liderança da prova. Felippe Menuzzi que assumiu a terceira colocação começou a perder rendimento e também a posição para Migliorini. Felipe Moraes bem que tentou encostar para tentar brigar pela quarta colocação, mas uma queda na décima volta o deixou sem chances.


1º - Gabriel Della Flora (Santa Rosa)
2º - Felipe Mombach (Montenegro)
3º - Felipe Migliorini (Marau)
4º - Felippe Menuzzi (Dom Pedrito)
5º - Felipe Moraes (Marau)


 


Marçal Müller fatura a MXPró com duas vitórias de ponta a ponta
Com duas vitórias de ponta a ponta nas duas baterias válidas pela MXPró, Marçal Müller sobe ao ponto mais alto do pódio e conquista sua segunda vitória na etapa.


Na primeira bateria Marçal e Leonardo Sebben largaram entraram nas duas primeiras mesas lado a lado, na seção de costelas ele assumiu a liderança da prova, um pouco mais atrás a briga pelo pódio começou acirrada entre Mateus Basso, Leonardo Dambrós, Gustavo Roratto, Leonardo Lizzot e Pablo Florin. O atual campeão da categoria Douglas Parise não teve uma boa largada e saiu no não menos disputado segundo pelotão brigando com Gabriel Carbonera, Rodrigo Galiotto, Cale Florin, Lucas Basso e Douglas Finato. Com a vantagem na liderança, com direito a volta mais rápida (1:15,112), Marçal “viu” a briga pelas demais posições, todos queriam melhorar seu desempenho para arriscar tudo na segunda bateria. Rorattinho foi a pedra no sapato de Sebben até que na oitava volta, com a roda dianteira freada, perdeu completamente o rendimento, saindo definitivamente da disputa das primeiras colocações, Mateus Basso, Leonardo Dambrós, Cale Florin e Gabriel Carbonera andaram no mesmo ritmo, qualquer vacilo poderia significar perda de posição. Leonardo Lizzot, que largou atrás conseguiu melhorar sua colocação ao ultrapassar Carbonera e assumir a quinta colocação.


Na segunda bateria Marçal repetiu o “expediente” de largar muito bem e abrir vantagem na ponta. Leonardo Sebben assumiu a segunda colocação novamente e manteve um bom ritmo para manter a segunda colocação. A briga mais intensa ficou entre Leonardo Dambrós, Cale Florin, Mateus Basso, Pablo Florin e Leonardo Lizzot, que mesmo girando muito alto nas duas primeiras voltas conseguiu recuperação para chegar próximo do primeiro pelotão. Douglas Parise, que abandonou a primeira bateria na segunda volta teve um bom rendimento e vindo novamente de trás conseguiu uma ótima colocação na segunda bateria.


"Meu ano de treinamentos começou cedo, voltei a treinar dia 06 de janeiro, 100% focado no Arenacross, acredito que isso me ajudou na abertura do gaúcho de MX, principalmente na parte física. Na MX2 larguei em quarto e nas primeiras voltas ja estava em segundo. O Lizott e eu batalhamos até metade da prova pela liderança, onde consegui fazer a ultrapassagem e assumir a liderança da prova, da metade para o final da prova meu freio trazeiro parou de funcionar mas ainda consegui mater um certo ritmo e vencer a categoria. Na MX Pró fiquei supreso com meu rendimento, pois ainda não tinha conseguido treinar com a Yamaha 450, que chegou na quarta feira passada. Na primeira bateria larguei em terceiro mas logo nas primeiras voltas consegui assumir a liderança e vencer,  na segunda bateria larguei em primeiro consegui imprimir um ritmo forte e constante durante toda a prova finalizando em primeiro. Estou muito feliz com o resultado do final de semana agora é trabalhar para brigar por estes dois titulos." - declarou Marçal.


Na soma dos resultados o pódio da MX Pró ficou formada assim:


1º - Marçal Müller (Nova Hartz)
2º - Leonardo Sebben (Caxias do Sul)
3º - Leonardo Dambrós (Gentil)
4º - Mateus Basso (Gentil)
5º - Cale Florin (Cardona/Uruguai)


O campeonato Gaúcho de Motocross 2013 tem o patrocínio master da RINALDI, HONDA, IMS, co-patrocínio SobreRodas e apoio da MCR, Racing, M3Parts, Vitrine da Moto, Farover,  Artemoto,Works Suspensões, Only Racing, Gallioto Vinhos e Sucos, CTLS - Centro de Treinamento Leandro Nunes, Rádio Cross, MundoCross, Zunn Motorcycle e Jornal O Pódium.


Texto e fotos: André Charão/Assessoria de Comunicação

Tags: Marçal Müller,Walter Tardim,Henrique Araújo,abertura,Rinaldi Gaúcho de Motocross,
Produção da Agencia Passos de Comunicação
Cidade Passo Fundo -RS
Gravação de locução para Comercial e Comercial para A TV.
(54) 3311 9389 ou WhatsApp (54) 9 9955 7085
Email : gilnei@agenciapassos.com
MARAU - Final do Gaúcho e Sulbrasileiro de Velocross (Fotos CAROLINA GENRO)
MARAU - Final do Gaúcho e Sulbrasileiro de Velocross (Fotos Silvio Bilhar)
MARAU - Final do Gaúcho e Sulbrasileiro de Velocross (Fotos Tiago Race Cross)
FAGUNDES VARELA - 5a ETapa do Gaúcho MX 2017 (Fotos Tiago RACECROSS)
FAGUNDES VARELA - 5a ETapa do Gaúcho MX 2017 (Fotos Silvio Bilhar)
Facebook
Newsletter
Novidades em seu e-mail
(55) 9841-30187
(55) 9841-40187
(54) 3312-6508
presidente@fgm.com.br
Federação Gaúcha de Motociclismo - Todos os direitos reservados © 2017