Notícias
Com três grandes vitórias Jordan Martini domina a sexta etapa do Rinaldi Gaúcho de Velocross em Vera Cruz
Postado em 17/11/2014 às 22h36min por FGM

Com três vitórias, uma delas na principal categoria, a VXPró, onde quebrou a invencibilidade dos irmãos Basso, Jordan Martini foi o principal nome da penúltima etapa da competição.


A cidade de Vera Cruz viveu neste último final de semana as emoções do circo do velocross gaúcho. Mesmo com o sol forte e o intenso calor, a etapa contou com grande presença de pilotos e público.


No sábado, feriado do dia da Proclamação da República, os pilotos começaram a chegar à pista montada na Granja dos Pauli na metade da manhã para participar da primeira seção de treinos livres que teve início às 13h. A movimentação nos boxes se intensificou com o passar das horas, do lado de fora a movimentação do público surpreendeu bastante, muita gente aproveitou o feriado para acompanhar o primeiro dia do evento.


O domingo começou cedo, assim como o calor. Se alguém achava que o dia não seria tão quente se enganou completamente, o calor foi bem mais intenso que no sábado. No entanto, não foi suficiente para tirar o ânimo e muito menos diminuir o ritmo dos pilotos na busca pelas vitórias.


As provas começaram com a largada da categoria Intermediária VX2, Henrique Nicoletti (Ijuí) saiu na frente com Eloi Cavalhero Júnior (Santa Maria) colado na roda traseira, Fabrício Rosso (Pelotas), vice-líder no campeonato e Weslen Gomes (Camaquã) fizeram as primeiras curvas no primeiro pelotão junto com o piloto da casa, Felipe Pick (Vera Cruz). Na primeira volta Pick assumiu a segunda colocação começando a caça ao líder. Os dois andaram juntos durante toda a prova, em certos momentos pareciam um só. Mesmo com um ritmo muito forte e cravando o melhor tempo da prova (0:45.744) Felipe Pick tentou de todas as maneiras, mas não conseguiu a ultrapassagem. O castigo veio nas últimas voltas quando em mais uma tentativa o vera-cruzense sofreu uma queda e perdeu contato com o líder fechando a prova em segundo. Com o resultado Eloi assumiu a liderança da categoria.


César Silva (Pelotas) venceu de ponta a ponta a categoria VX4 Nacional, a terceira consecutiva. Na largada Silva assumiu a ponta com Sandro Meireles (Caçapava do Sul) colado na segunda colocação. Nas primeiras voltas o líder abriu uma vantagem pequena vantagem, suficiente para administrar a vitória. Se na ponta da prova tudo estava definido a briga pela terceira colocação durou até o final, Rafael Benevenga (Santa Maria), Marco Farias (Lajeado) e Rugard Müller (Agudo) deram um show para o público. A dinâmica da disputa foi tanta que os três ocuparam a terceira colocação por algum momento da prova, no final vantagem para Marco Farias que terminou em  terceiro.


Matheus Melo (Dom Pedrito) já havia vencido, além de todas as provas de sua categoria (50cc A), a categoria 50cc (geral) em Dona Francisca, também conquistou o título de campeão da 50ccA  antecipadamente com 100% de aproveitamento até aqui na etapa de Santana do Livramento. Em Vera Cruz ele conseguiu mais um feito inédito em sua recente carreira no campeonato Gaúcho de Velocross. Com uma largada sensacional Matheus não deu chances para os adversários e venceu a categoria 50cc (geral) de ponta a ponta com direito ao melhor tempo da prova (0:58.176). Na categoria 50cc B, Felipe Abreu (Pelotas) conquistou a sua primeira vitória na competição. Erick Bom Reis (Rio Grande) líder do campeonato terminou a prova em segundo e praticamente garantiu a conquista do bi-campeonato da 50cc B.


Com o gate cheio, foram necessárias duas largadas para definir o vencedor da categoria 230cc Pró. Nas duas largadas Arthur Fockinck (Sta. Cruz do Sul) saiu na frente. O líder do campeonato Douglas Carvalho (Vera Cruz) saiu colado no líder e travou uma disputa “caseira” pela liderança. A categoria foi uma das mais disputadas da etapa, isso porque, os quatro primeiros colocados cravaram tempos muito parecidos, no entanto, foi de Arthur a volta mais rápida (0:49.010). Com a pista curta logo os retardatários trataram de colocar mais emoção na briga pela ponta. Douglas chegou a ocupar a liderança da prova, mas foi Arthur quem levou a bandeirada da vitória.


Cézar Silva repetiu o excelente desempenho apresentado na parte da manhã na disputa da VX3 Nacional, primeira categoria a alinhar no gate após o intervalo do almoço. O líder do campeonato, Márcio Alarcon (Montenegro) não deixou Cézar disparar na ponta. Jocemar Magni (Estrela), vice-líder da categoria largou mal e teve que recuperar várias posições, na briga pela terceira colocação sofreu uma queda e perdeu posições fechando a prova em quinto.


Fernando Sanches conquistou a sua primeira vitória do domingo na disputa da categoria VX3. Na largada Sanches assumiu a liderança da prova com o anfitrião e vice-líder da categoria Giovane Pick (Vera Cruz), Rodrigo Volcan (Pelotas), líder da categoria um pouco mais atrás na terceira colocação. Sanches disparou na frente e Volcan começou os ataques em cima de Pick em busca da ultrapassagem. As primeiras voltas foram muito intensas para Volcan que acabou perdendo o rendimento e pensando no título tratou de manter a terceira posição. Pick ainda colou no líder, mas sem tempo de tentar a ultrapassagem.


Com mais uma vitória de ponta a ponta na categoria 65cc, Arthur Barcelos (Capão do Leão) garantiu a conquista antecipada do título da categoria. Arthur se mostrou muito rápido e terminou a prova com mais de trinta segundos sobre o segundo colocado, João Pedro Roncato (Nova Prata), vice-líder do campeonato.  


Com mais uma largada perfeita Fernando Sanches (Santa Maria) venceu a categoria VX4. Novamente Giovane Pick (Vera Cruz) saiu em segundo e em poucas voltas estava próximo do líder tentando ao máximo a vitória. Sanches conseguiu segurar o ímpeto do anfitrião e garantiu a segunda vitória da tarde, mantendo-se na liderança da categoria, Pick é o segundo.


A categoria mais aguardada do dia alinhou no gate garantindo a ansiedade e nervosismo a cada um que acompanha o campeonato desde a primeira etapa. Alinhados os concorrentes diretos na briga pelo título da temporada, Lucas e Mateus Basso (Gentil), campeões Brasileiros e Gaúchos da modalidade e a sensação do campeonato e xodó da torcida Jordan Martini (Santa Maria). Na largada Lucas assumiu a ponta com Martini colado na segunda colocação, sempre atacando, sem deixar o líder respirar, Jordan conseguiu a ultrapassagem antes da metade da prova, assim que assumiu a liderança abriu uma boa vantagem, Eloi Carvalho também forçou o ritmo e ultrapassou Mateus Basso, até então terceiro colocado na prova. No final Lucas encostou no líder, mas Jordan manteve a posição até o final. Com a vitória Jordan se isolou na liderança com dois três pontos de vantagem. Mateus ficou mais distante do título e não dependendo só dele para conquistar o título.


Depois de passar por maus momentos na largada da 230cc Pró, Gabriel de Oliveira (Sta. Cruz do Sul) largou na frente na disputa da categoria Estreante 230cc, na segunda colocação o líder do campeonato Alfredo Bernardy (Sta. Cruz do Sul), os dois conterrâneos fizeram nas primeiras voltas uma acirrada briga pela liderança da prova. A vitória ficou com Gabriel, mas o grande destaque foi Wanderson Graepin (Nicolau Vergueiro), que largou na décima colocação para brigar pela vitória nas últimas voltas chegando na segunda colocação a menos de um segundo do vencedor.


Jordan Martini encarou a Intermediária VX1 para defender os 100% de aproveitamento e liderança da categoria. Na largada Jordan assumiu a ponta seguido por Henrique Araújo (Ijuí) e Felipe Pick (Vera Cruz), na primeira volta Luis Henrique Zottis (Passo Fundo) saiu da terceira colocação para a liderança da prova, Martini não deixou o passo-fundense  se distanciar e andou colado ao líder, os dois entraram mais de uma vez lado a lado na curva do pit Lane, até que o líder sofreu uma queda e Martini assumiu a ponta da prova para vencer e comemorar a conquista antecipada do título de campeão da categoria.


 Na disputa da categoria Nacional Força Livre foi necessária não uma, mas sim três largadas para definir o vencedor. Na largada que teve sequência, Thiago Gonçalves (Pelotas) saiu na frente. Felipe Deloss (Lajeado), que não se deu bem na etapa chuvosa de Santana do Livramento, veio com sede de vitória e colou para cima de Thiago. Três voltas depois da largada Deloss já era o líder e manteve a ponta da prova para vencer e praticamente garantir o título da categoria. Além de Deloss, Cristhofer Meert (Sta. Cruz do Sul) também foi destaque ao sair do pelotão intermediário e terminar na segunda colocação bem próximo de Deloss.


Depois de passar por muito trabalho em Santana do Livramento, onde encarou a pista pesada que acabou quebrando o motor da moto, Felippe Menuzzi (Dom Pedrito), voltou a vencer uma etapa do campeonato e, novamente a vitória foi de ponta a ponta. A briga pela segunda colocação foi intensa entre Gonzalo Trindade (Rivera) e Alfredo Bernardy (Sta. Cruz do Sul), líder do campeonato. Alfredo forçou a ultrapassagem nas primeiras voltas, mas Gonzalo se defendeu muito bem, na sequência foi Franco Rodrigues (Chui) que partiu para cima de Alfredo e conseguiu a ultrapassagem. Alfredo que havia vencido a categoria na última etapa em Santana do Livramento ainda perdeu mais duas posições, ficando de fora do pódio pela primeira vez no campeonato.


Com uma vitória de ponta a ponta, Jordan Martini (Santa Maria) escreveu definitivamente um novo capítulo na história do velocross gaúcho ao quebrar uma longa série de vitórias dos irmãos Lucas e Mateus Basso na categoria VXPró. Com o mesmo ritmo apresentado nas vitórias das categorias VX2 e Intermediária VX1, Jordan cravou a sua terceira vitória na etapa e, já começa a dar um novo panorama para a categoria na próxima temporada. Lucas Basso (Gentil), líder da categoria foi o segundo colocado, e Mateus Basso (Gentil) vice-líder, teve que participar da prova com moto emprestada ficou de fora do pódio.


O campeonato dá uma pousa e volta no dia 14 de dezembro quando será realizada a última etapa do campeonato na cidade de Cacequi, na região central do Estado.


O campeonato Gaúcho de Velocross 2014 tem o patrocínio máster da RINALDI, HONDA, IMS, co-patrocínio SobreRodas e apoio da MCR, Racing, Farover, Mormaii Knee Breace, Artemoto, Works Suspensões, Moto Style, Líder MX, CTLS - Centro de Treinamento Leandro Silva, Rádio Cross, MundoCross, Zunn Motorcycle e Jornal O Podium.


Texto e fotos: André Charão/Assessoria de Comunicação


 

Tags: com,três,grande,vitórias,jordan,martini,domina,a,sexta,etapa,do,rinaldi,gaúcho,de,velocross,em,vera,cruz,

* Provas que não estão na agenda não são autorizadas pela FGM.
* Pilotos não filiados não Pontuam em Campeonatos Regionais.
A 3ª ETAPA DO PRO TORK GAÚCHO DE MOTOCROSS E 3ª ETAPA DA COPA GRAMADO
TRILHA DO CARVÃO - Silvio Bilhar
TAPEJARA - Sulbrasileiro (Silvio Bilhar)
TAPEJARA - SUL Brasileiro e Pro Tork GAÚCHO DE MX (Angélica Laimer)
TAPEJARA-MX Sulbrasileiro Pro Tork (Tiago Wolff)
DONA FRANCISCA PRO TORK GAÚCHO DE VELOCROSS - 5a Etapa (Fotos Silvio Bilhar)
Facebook
Newsletter
Novidades em seu e-mail
(55) 9841-30187
(55) 9841-40187
(54) 3312-6508
presidente@fgm.com.br
Federação Gaúcha de Motociclismo - Todos os direitos reservados © 2019